Poesia

Sei quem sou

Posted on

Quando olho para traz

E vejo quanto aprendi;

Quando vejo o meu caminho

E portas abri;

Quando recordo o sofrimento

E de quantos monstros fugi;

Quando sinto os meus medos

E a quantos sobrevivi…

Quando ouço o meu silencio

Eu não vejo solidão,

Apenas a fé que me movo,

A coragem, a força e a gratidão.